sábado, 21 de novembro de 2009

" AMOR O SENTIMENTO DE VALOR ÚNICO E INSUBSTITUÍVEL


Uma das coisas mais importantes da vida é diferenciar valor de utilidade, tudo, ou quase tudo que existe no mundo, incluindo as pessoas, tem sua utilidade, ou várias, mas não valor.

O Valor de alguém, o amor por alguém , ou de algo, é dado unicamente por você, é pessoal, único , exclusivo, intransferível.
 

Tudo que você fará na vida é correr para realizar seus valores. Se o que tem valor para você é morar em uma casa no campo , junto da sua família, seus esforços e todas as suas energias estarão voltadas em concretizar esse seu sonho, esse seu valor, pois isso lhe trará muita felicidade.

A utilidade, essa é variável, e não nos apegamos a coisas que tenham utilidade como o dinheiro, ele não tem nenhum valor, mas é uma das coisas mais úteis do mundo, pois, podemos trocá-lo por uma casa de campo, um jantar maravilhoso, um livro que gostaríamos de ler há algum tempo, uma obra de arte . . .

As pessoas também tem sua utilidade, e, quando dizemos que "ninguém é insubstituível" estamos falando do aspecto útil dessa pessoa, num trabalho onde. mesmo sendo dispensada , outro fará as suas funções, mas ele nunca ocupará o seu valor. As amizades verdadeiras que conquistastes, o respeito , a admiração ou até o ódio e desprezo que lhe foram atribuídos são coisas únicas suas e que não fizeram parte de suas atividades profissionais.

A utilidade de um gato, que é o que me fez contar esta história, é bem simples: em troca de casa e comida ele mantém os ratos, e até as baratas afastadas e faz companhia e até mesmo diverte, essa é a utilidade de um gato.

Ontem minha gata morreu, ela tinha dezoito anos, ou seja, a maior parte de minha vida adulta foi ao seu lado, mais tempo ao meu lado que meus colegas de trabalho, muito mais tempo comigo que meus amigos, e até mesmo, mais tempo comigo que minha amada esposa.

A noite, meu gato mais novo deitou em meus pés, como ela fazia, principalmente quando era mais nova e ágil, claro que ele tem seu valor único, mas ninguém substituirá a Shena, como ninguém substituirá as pessoas que eu amo quando se forem.

Talvez o mundo tenha ficado um pouco mais triste para mim ontem, mas, isso prova que ela conquistou seu valor, e que eu fui capaz de amar, e, mesmo sem prestar às vezes atenção nisso, o mundo ficava mais bonito com ela, pois o mundo sempre é mais belo quando refletido naquilo que amamos.

A procura por coisas úteis não nos leva a lugar nenhum, elas, por si só não têm valor, nos levam a um vazio, a uma procura sem sentido, a um sentimento de inutilidade e despropósito.

Devemos sim, procurá-las para que elas possam realizar nossos valores e, aí sim, nosso mundo terá cor e vida, e é claro, um propósito.
E, para minha gata Shena, não lhe desejo que descanse em paz, desejo que, aonde quer que esteja, você seja amada, não só por mim, mas por quem estiver ao seu lado. “Seu valor nunca será ocupado.”

A história aqui narrada foi vivida e escrita por um amigo que ama os seus animais
e simplesmente colocou no papel um dos mais puros sentimentos de amor.

Esta postagem eu dedico com todo meu carinho e admiração para a Vane Aguiar do blog Cabíveis e Incabíveis que está aniversariando neste domindo dia 22 de novembro e é uma pessoa que ama os animais e tem dois animais de estimação que são únicos e com certeza insubstítuíveis. Vocês podem conhecer a história deles (http://cabiveiseincabiveis.blogspot.com/2009/10/meus-bichinhos.html) como muitas outras novidades interessantes. É um espaço para discutir qualquer assunto, música, arte, designer, e principalmente coisas que inspiram , coisas do coração como ela assim o diz.


quinta-feira, 12 de novembro de 2009

"Atividade de Sucesso na Terceira Idade"





* O mundo encantado das bonecas*

Que alegria poder estar aqui e apresentar uma história de vida tão simples e bonita  de uma artesã que trabalha com barro no Vale do Jequitinhonha  , a " mestra bonequeira" que acumula medalhas , títulos e Prêmios por seu talento e ganha sua primeira exposição individual numa galeria em São Paulo.


Para começar a falar da "Mulher de barro" , assim intitulada , vamos falar um pouquinho do mundo encantado das bonecas e conhecer um pouco dessas criaturas que são tão amadas.


O fascínio pelas bonecas esteve presente em quase todas as civilizações. Sabemos que Adão foi feito em barro, e Eva, em osso, dois dos materiais mais comuns para a fabricação artesanal de imagens na Antigüidade.

Assim começa também a história real de um inocente objeto _ a boneca _ que hoje alimenta fantasias infantis em milhões de lares mundo afora . A evolução das bonecas  seguiu uma ordem inversa à natural e foi gradativamente aparecendo vários tipos e modelos pelo mundo afora. Modelos esses com caras de madames, meninas, bebês com olhos , bocas e cada dia vindo novidades e caras novas , e tudo se transformando como num mundo encantado.



Bonecas e Personagens em porcelana, biscuit ou resina com feições naturais delicadamente pintadas. Roupa em tecido cuidadosamente costurado. Cabelos com aspecto natural.
Com suas expressões marotas e olhos esbugalhados, elas representaram uma revolução estética. Em concorrência vieram mas bonecas de papier mâche. Ao mesmo tempo, novos materiais passaram a ser testados em busca de maior resistência aos carinhos infantis.







Bonecas de celulóide, que se mostraram altamente inflamáveis., depois as bonecas de plástico e de borracha é que viriam a ser usados. Outro sonho perseguido pela indústria de bonecas foi a criação de uma espécie de Pinóquio capaz de andar, falar e se movimentar sozinho.
Atualmente, o hobby de colecionar bonecas é o terceiro mais popular do mundo, atrás apenas dos aquários e dos selos. Tudo para não deixar morrer uma história de brinquedo tão grande que nem uma boneca de pano tagarela como a Emília imortalizada na obra de Monteiro Lobato , por mais gostoso que seja o colo de Narizinho, teria fôlego para contar.



Pouca gente se lembra, mas o primeiro objeto produzido pela maior indústria de brinquedos da América Latina foi uma boneca de pano, de nariz arrebitado.



E em forma de artesanato , e para atender a todas as classes e principalmente as menos privilegiadas, a boneca de pano é uma constante em todos lares seja para brincar, como amuleto, como decoração, como terapia ocupacional e nos mais variados modelos .



As bonecas brasileiras da Estrela ficaram para a história. Pupi, a primeira boneca de plástico. que dormia e chorava, causou euforia nos anos 50. Na década seguinte, foi a vez das bonecas mecânicas, de vinil e plástico, como a Gui-gui, que ria quando se abriam e fechavam seus braços, ou a Susi, a primeira fashion doll. Nos anos 70 brilhou a estrela de Falcon, um militar ruivo e barbudo que  abriu caminho para os meninos entrarem na guerra de vendas. 






Uma balzaquiana linda, feliz e milionária ela é a superstar absoluta da história das bonecas. Apesar de seus trinta centímetros de altura, se todos os milhões de Barbies já fabricados dessem as mãos, dariam várias  voltas ao redor da Terra.  A linha Barbie vende às meninas um sonho, um estilo de vida, um padrão de beleza".


Comecei falando sobre a história das bonecas e olha que se não coloco o pé no freio ainda estaria falando sobre elas e tudo isso para falar sobre as Bonecas de Barro , mas precisamente sobre a Casa das Bonecas de Barro de Dona Izabel do Vale do Jequitinhonha em MG.

Como leitora assídua, todos os domingos, da Revista O GLOBO, veja que me deparo com uma matéria fantástica sobre a Terceira Idade, que foi destaque logo na Capa e, tendo como protagonista, Dona Izabel, senhora de 85 anos que nos conta uma trajetória de vida de trabalho, de luta, de dedicação e determinação, aliadas a um dom que como ela diz “Foi um dom que Deus me deu e eu inventei” . A mais famosa artesã que trabalha com barro no Vale do Jequitinhonha  no pequeno vilarejo de Santana do Araçuaí no Município de Ponto dos Volantes.


Santana do Araçuaí é a terra da famosa Dona Izabel Mendes da Cunha, inspirada bonequeira, que com suas bonecas de barro conquistou renome internacional e chamou a atenção forasteira para as riquezas escondidas do Vale do Jequitinhonha.



Sua história começa com a vontade de brincar de bonecas lutando contra as adversidades do seu meio. Modelava escondida, de noite, imitando rostos humanos, imaginando feições. Escapava a se adaptar à sua realidade. De todas as previsões que se poderia fazer de sua vida, que ela conquistaria o mundo como talentosa artista e que no centro de sua cidade natal, onde ela ainda mora, fosse erguida uma estátua em sua homenagem.


Dona Isabel criou um estilo próprio de trabalho e repassou o seu conhecimento para todos que a cercam formando uma verdadeira escola de cerâmica. Vários fatores têm influência no resultado final. A escolha do barro, sua preparação e manuseio, a modelagem, o acabamento e pintura, e a queima.

Muitos estão reunidos na Associação dos Artesãos de Santana do Araçuaí que promove Oficinas e onde os artesãos comercializam suas peças: bonecas de variados tamanhos, galinhas, moringas, flores, potes, vasos, figuras de presépios, louça para feijoada e muito mais.


Vamos deixar que a própria Dona Izabel conte  um pouco da sua história no vídeo que colocamos abaixo e, muito mais sobre essa senhora que é um exemplo de vida. Poderão ainda ver a excelente reportagem da Revista O GLOBO da edição deste último domingo cuja capa está centro do banner desta póstagem.


                                     
Vídeo gravado no Vale do Jequitinhonha, Minas Gerais, como parte do projeto "Memória dos Brasileiros", desenvolvido pelo Museu da Pessoa


FONTES:
- Revista O Globo- Ano 5 - nº276 – 8 de novembro de 2009
- Super Abril/superarquivo/1992/ de Cristiane Costa.
- Cultura Infância / Bonequeiras e seus trapos coloridos
- Cerâmica No Rio /arte popular / Vale do Jequitinhonha
- Museu da Pessoas / Memória das Pessoas

 


Agora vocês me dão licença que vou correndo pegar o coletivo para fazer companhia a minha blogdinda ... Tchau e até a próxima.





segunda-feira, 2 de novembro de 2009

"Criamos os filhos para o mundo"




Essa é realmente uma pergunta e tanto...

É verdade criamos nossos filhos para o mundo sem sombra de dúvidas, mas a pior parte é aprender a deixar isso acontecer...

Filhos...são tão esperados, desejados, amados que quando percebemos que estão prontos a seguir seus próprios caminhos, a construir sua própria família nosso coração parece que vai explodir de tanta aflição, mas conforme eles vão percorrendo seus caminhos, suas escolhas, vamos percebendo que nada do que vivemos foi em vão, que nosso recado foi dado, que conseguimos transmitir nossa essência , que sim...o mundo os chama, a vida os chama e que eles têm sim que deixar sua marca nos caminhos que escolhem, da mesma forma que assim o fizemos!!!!





 "Ser mãe é desdobrar fibra por fibra o coração!
Ser mãe é ter no alheio lábio que suga, o pedestal do seio, onde a vida, onde o amor, cantando, vibra.
Ser mãe é ser um anjo que se libra sobre um berço dormindo!
É ser anseio, é ser temeridade, é ser receio, é ser força que os males equilibra!
Todo o bem que a mãe goza é bem do filho, espelho em que se mira afortunada, Luz que lhe põe nos olhos novo brilho!
Ser mãe é andar chorando num sorriso!
Ser mãe é ter um mundo e não ter nada!
Ser mãe é padecer num paraíso!"


Meu Filho ...


Que Deus não permita que você perca o ROMANTISMO,
mesmo sabendo que as rosas não falam.

Que você não perca o OTIMISMO,
mesmo sabendo que o futuro que nos espera não é assim tão alegre.

Que você não perca a VONTADE DE VIVER,
mesmo sabendo que a vida é, em muitos momentos, dolorosa...

Que você não perca a vontade de TER GRANDES AMIGOS,
mesmo sabendo que, com as voltas do mundo, eles acabam indo embora de nossas vidas...

Que você não perca a vontade de AJUDAR AS PESSOAS,
mesmo sabendo que muitas delas são incapazes de ver, reconhecer e retribuir esta ajuda.

Que você não perca o EQUILÍBRIO,
mesmo sabendo que inúmeras forças querem que você caia.

Que você não perca a VONTADE DE AMAR,
mesmo sabendo que a pessoa que você mais ama, pode não sentir o mesmo sentimento por você...

Que você não perca a LUZ e o BRILHO NO OLHAR,
mesmo sabendo que muitas coisas que verá no mundo, escurecerão seus olhos...

Que você não perca a GARRA,
mesmo sabendo que a derrota e a perda são dois adversários extremamente perigosos.

Que você não perca a RAZÃO,
mesmo sabendo que as tentações da vida são inúmeras e deliciosas.

Que você não perca o SENTIMENTO DE JUSTIÇA,
mesmo sabendo que o prejudicado possa ser você.

Que você não perca o seu FORTE ABRAÇO,
mesmo sabendo que um dia seus braços estarão fracos...

Que você não perca a BELEZA E A ALEGRIA DE VER,
mesmo sabendo que muitas lágrimas brotarão dos seus olhos e escorrerão por sua alma...

Que você não perca o AMOR POR SUA FAMÍLIA,
mesmo sabendo que ela muitas vezes te exige esforços incríveis para manter a sua harmonia.

Que você não perca a vontade de DOAR ESTE ENORME AMOR que existe em seu coração,
mesmo sabendo que muitas vezes ele será submetido e até rejeitado.

Que você não perca a vontade de SER GRANDE,
mesmo sabendo que o mundo é pequeno...
E acima de tudo...

Que você jamais se esqueça que Deus te ama infinitamente, que um pequeno grão de alegria e esperança dentro de cada um é capaz de mudar e transformar qualquer coisa, pois....

A VIDA É CONSTRUÍDA NOS SONHOS E CONCRETIZADA NO AMOR!

*Autor: Desconhecido*




Instagram

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails