segunda-feira, 31 de maio de 2010

"VIDA SIMPLES NO LAR" - BLOGAGEM COLETIVA VIDA SIMPLES



Para falar em "Vida Simples no Lar" escolhi o meu final de semana em casa.São os dois dias que curto demais ficar em casa com meu maridinho sem me preocupar em fazer a cama, com a correria de horário, ter que sair para trabalhar. É bom demais acordar mais tarde, poder tomar o café da manhã com calma lendo o jornal e jogando conversa fora.


No sábado aproveitamos para passear, fazer algumas compras , almoçar fora e depois corremos para casa e ficamos na preguiça. Assistimos a um filme  ou algum programa de televisão e, na maioria das vezes, deixo o amorzinho curtindo o seu futebol e vou para o meu cantinho conversar com as minhas amigas da blogosfera, fazer postagens novas e quando olhamos para o relógio o sábado acabou e só nos resta a caminha.


No domingo não fazemos nada , repetimos o mesmo de sábado acordando mais tarde, tomando um gostoso café da manhã , lendo o jornalzinho.
Passamos o domingo na preguiça mesmo, acho até que é uma forma de recuperar as energias para a semana que se inicia.
Aproveito para preparar um almoço gostoso e deixar algumas coisas prontas para a semana. O resto do domingo maridinho fica grudado na telinha da  TV  e aproveito para ler um livro, arrumar uma coisa ou outra e depois termino sempre dando aquele alô para vocês.
Estou fazendo isso agora porque terminaram os concursos que estava fazendo, senão estaria direto estudando.



Há alguns meses atrás ficava esperando o filho acordar - claro que lá pela hora do almoço (isso quando dormia em casa) e poder saber das novidades,mas agora não está mais presente, está morando sózinho e seguindo sua vida o que é natural,mas para mim ainda fica aquele vazio. Sei que ele está bem e feliz e quando vem passar um final de semana conosco é dia de festa.
Aqui termino a minha participação na primeira Blogagem Coletiva Vida Simples promovida pela Mila Viegas do  blog Mila's Ville esperando ter mostrado um pedacinho da minha Vida Simples no meu Lar.

Peço desculpas , mas mesmo querendo estar presente com minha postagem mais cedo fui impedida  pela falta da Internet hoje pela manhã.
Consegui, após retornar do trabalho, finalizar e estar enviando para vocês.

(algumas imagens foram retiradas da net)                                                                                                 

domingo, 30 de maio de 2010

"Famílias unidas no amor de irmãos"


Participação da 2a. Postagem Coletiva do blog "Espaço Aberto"
Tema: Fotografe e Conte a História"

Poderia ter escolhido uma foto do meu maridinho que me atura já vai fazer 35 anos, do nosso lindo e maravilhoso filho, os “AMORES DA MINHA VIDA“ , que são a razão do meu dia a dia, mas tem momentos em que preciso de um ombro amigo para desabafar, de um colinho de mamãe que deixou saudade e são nessas horas que corremos para os braços dos elos fraternos que ficaram na sintonia da geração que se foi.

A foto que escolhi foi a dos meus queridos irmãos onde existe um sentimento único, que suporta qualquer adversidade. É um afeto onde compartilhamos várias emoções, tristezas e acumulamos tantas histórias que não saberíamos dimensionar quanto tempo ficaríamos relembrando os momentos de infância, das nossas brigas e travessuras, dos primeiros amores, das cumplicidades enfim de tudo que vivemos juntos.

Vivemos a dor da perda de um irmão aos dezoito anos. Jovem que na euforia de correr atrás de uma bola não enxergou um carro que vinha no seu curso. Lá estava ele a todo vapor curtindo a vida, seus amigos. Saudades de sua voz, de seu sorriso, de seu encanto, de nossas brigas ... saudades de suas histórias, de sua arte que em uma tela inacabada ficou a marca da sua sombra. Tantos anos já se passaram e como gostaria de estar junto dele e poder acalmar esta dor que ainda toca em meu coração.



Cada uma seguiu seu caminho construiu sua família vivendo suas vidas, mas as relações de afeto continuaram sendo cultivadas, o carinho que nos une é único, indestrutível e é só um precisar do outro, que jamais existirá distância, qualquer que seja a hora do dia.

Um irmão sempre estará pronta a nos ouvir, nos consolar , nos estender a mão e podemos nos abrir e expressar tudo que nos aflige sem medos ou cerimônias.

Pode haver pequenos momentos de desentendimentos, sejam por coisas bobas ou até familiares que venham a deixar mágoas passageiras, mas diante de um amor tão puro e fraterno um singelo gesto faz desaparecer como mágica esses pequenos detalhes.

Muito obrigado meus irmãos por estarem sempre prontos a me escutar, a me dar conselhos, a me aceitar como sou, a me ajudar no que seja e que nos deixa sem palavras para agradecer.
Carregamos sim a certeza que estaremos sempre juntos caminhando lado a lado não importa aonde estivermos.

Meus irmãos, meus amigos, sempre unidos pelo amor familiar que nos traz na memória os momentos vividos, sejam eles, os de ontem, os de hoje ou os que venhamos a viver .


"Os ventos que as vezes tiram algo que amamos, são os mesmos que trazem algo que aprendemos a amar.. Por isso não devemos chorar pelo que nos foi tirado e sim, aprender a amar o que nos foi dado. Pois tudo aquilo que é realmente nosso, nunca se vai para sempre."
(Bob Marley)

Eu agora sei bem que os melhores brinquedos são os irmãos. Brinquedos vivos, que dão e recebem, que nos fazem crescer e crescem também pelas nossas mãos. Que se transformam depois em grandes amigos para toda a vida, em companhia sempre presente de uma maneira ou de outra, em refúgio e estímulo. Em algo que fica quando se perde tudo aquilo a que nos conduziu a nossa loucura, quando se perde o que o tempo nos vai levando.
(Paulo Geraldo)





Esta foi a minha participação na Coletiva do blog "Espaço Aberto" e fotografei e contei a minha história do amor fraterno e verdadeiro e é esse amor que devemos ter com o próximo e que nos ensina a ser humano.

"Fraternidade é a harmonia, a paz, a concórdia, o esquecimento de velhas dissensões, é aliar-se, unir esforços, fazer causa comum, comungar nas mesmas idéias, seguir junto o mesmo caminho, lutar por objetivos salutares.
Ser fraterno com o próximo é ouvi-lo, é dar-lhe atenção, entendendo que todos somos capazes de expressar opiniões. 
A construção de um mundo melhor passa pela solidariedade e fraternidade. Vivenciar esses ensinamentos depende de cada um de nós. "
 "Reconhece-se o verdadeiro espírita ou cristão, pelo esforço que ele faz em vencer suas imperfeições". (Allan Kardec)



Fontes:
Video You Tube
Parte do texto de Considerações sobre fraternidade de JORGE JOSSI WAGNER de Ribeirão Preto, SP

segunda-feira, 24 de maio de 2010

" A VIDA EM CORES"

Participando da Blogagem Coletiva do Café com Bolo de "Colorindo a Vida"  onde o tema de sua última postagem é a "Cor Preferida" e como poderia escolher uma cor se a nossa vida é um espetáculo de cores que se entrelaçam , se misturam, se transforman e criam um universo inmensurável de belezas que nossos olhos muitas vezes não alcançam. 

A vida é um cenário de cores
As cores dão sentidos as nossas vidas

O verde das matas,
mostram a importância da esperança.

A rosa vermelha tem a cor da paixão,
que preenche o coração.
Muitas vezes, fazendo perder a razão.

O amarelo girassol vive contemplando
e recebendo a energia do sol.

O azul do céu, transmitindo uma paz
cheia de mistérios.

A pomba branca, representando a cor da paz.
Que tanto bem faz...

Um jardim florido possui toda a beleza das cores.

A água cristalina, refleti uma cor brilhante que fascina.

A criança quando brinca, tem a cor da alegria,
que a todos contagia.

As folhas das árvores na cor marrom enrugadas,
é sinal de fim de vida.

A cor preta representa a dor, a ausência de vida.

A vida é um imenso e maravilhoso arco-íris.


Agradeço de ter tido a oportunidade de estar aqui com vocês participando dessa Coletiva Colorindo a Vida. Foram poucas, mas foi muito bom e enriquecedor.

Beijos

Fontes:google / Luz Cintilante

domingo, 23 de maio de 2010

" Minha família - Meus sobrinhos"

Gostaria de fazer uma homenagem a cada sobrinho que aniversaria, mas acabo deixando passar e não posto nada no dia. Começam os aniversários no dia 15 de março e aí vai pelo ano inteiro e como fico feliz em ter uma família tão linda.


No início do ano fiz  uma carta ao meu sobrinho Aruan para uma homenagem que ele recebeu dos colegas. Aproveito que hoje é seu aniversário para  postar e mostrar a todos como é bom ver que aquelas crianças hoje já são adultos e estão construindo uma  vida tão bonita.


O que falar deste meu querido sobrinho . . . sou a tia mais coruja da face da terra e pode até parecer exagero o que digo nessas poucas linhas, mas tenham a certeza que foram traçadas com o que veio do meu coração cheio de amor por esse menino ... esse rapaz ... esse homem sempre amigo, companheiro, responsável enfim fazendo a sua parte , lutando para alcançar o seu espaço.

Falar desse menino é recordar aquele rostinho lindo, cabelos louros cacheados, sempre sorrindo e encantando a todos. Posso aqui me lembrar de poucos momentos que convivemos nos aniversários, nas férias, nos encontros de Natal... tudo era festa e as brincadeiras com os irmãos e primos corria solta.

Falar desse rapaz é encher a boca de orgulho e dizer que sempre foi correto no cumprimento de suas obrigações, aluno exemplar e um esportista de mão cheia – era só dar uma folga e lá estava ele jogando futebol, vôlei, andando de bicicleta, pegando uma onda de leve – que fôlego!!!

Falar desse homem é falar do Aruan de hoje, comprometido com seus estudos, o trabalho e também com a música que envolve a sua vida profissional e pessoal. Mostrando o seu lado corajoso, decidido e aventureiro lá foi ele , em sua primeira viajem sozinho, conhecer alguns Países Latinos, tendo em seus ombros uma mochila e a sua frente um roteiro traçado onde dormiu em albergues, conheceu pessoas de outras culturas, fez amigos , passeou , se divertiu e regressou com muitas histórias para contar. Querido por todos sejam pais, irmãos,tios , primos, amigos, mas o que não posso deixar de ressaltar é a união muito bonita entre os irmãos que sempre se ajudam e estão presentes em qualquer circunstância sejam elas de alegrias ou de dificuldades.

Gostaria de poder estar falando mais dessa pessoa tão especial para mim, mas os momentos que nos encontramos ou convivemos são poucos e o que posso dizer é que carrego todos eles aqui no meu coração, bem guardado, para que não venha a esquecer nenhum detalhe.

Como tia coruja desejo que nunca desista de si mesmo... Nunca desista das pessoas que você ama... Nunca desista de ser feliz, pois a vida é um espetáculo imperdível.

Saiba que você é uma pessoa muito especial – e pessoas especiais sabem dividir seu tempo com os outros,
são honestas nas atitudes, são sinceras e compassivas, e sabem que o amor é a parte de tudo...

Com todo o meu amor
* Tia Irene *

sábado, 22 de maio de 2010

"Projeto Palavras Mil " - "Imagem de Crianças de Rua"

                                                                                                                                                                             
Vitrine de Sonhos participa do Projeto " Palavras Mil" onde toda semana é apresentado um tema através de uma imagem ou vídeo para que possamos nos expressar de forma  narrativa, descritiva, poética ou dissertativa.
Esta semana o tema de sua 11a. Edição apresenta uma imagem que mostra um dos maiores e dolorosos problemas que assolam este País , mas que está presente por este mundo afora.
Sendo um assunto de interesse de todos nós estendo aqui a postagem que fiz e convido todos a visitarem o blog "Palavras Mil" que amanhã, dia 23 de maio,  estará disponibilizando todas as postagens dos participantes para possamos nos interargir.




MEDO "DESSAS CRIANÇAS"


Como posso olhar para as “crianças” dessa imagem e sentir pena , chamar de coitados, de abandonados , de largados neste mundo a própria sorte, entregues ao vício, a malandragem,  se o que mais sinto é medo?

Medo sim de ver essas “crianças” te cercarem chamando de tia e, com a maior normalidade, te espetarem uma gilete nas costas e levarem a sua bolsa, seu relógio - não importa – que levem tudo mas que me deixem em paz.

Como posso chamar de criança a essas criaturas que agem como adultos e a maestria dos mais perigosos dos marginais? 
Como posso chamar de criança a esses pequenos seres que vendem a própria alma por um pedaço de “veneno” que os destrói a cada dia?

Desculpem se as palavras que aqui escrevo possam estar parecendo que sou uma mulher fria , cruel, injusta e com um coração de pedra, mas não sou. Sou uma mulher sensível, justa, amiga, super mãe e esposa que foi educada nos princípios que primam pelo amor ao próximo, pela educação e respeito as crianças e aos mais velhos.

Uma educação que não me preparou para criar defesas contra a marginalidade que foi surgindo e usando como armas as inocentes crianças que hoje transbordam as ruas e assombram a todos.

Educados para um mundo que hoje não existe mais e agredidos por uma violência que não sabemos nos defender. Violência essa que nos leva, sem mais nem menos , a sermos  acometidos pelo “medo” em forma de síndrome que surge sem pedir.

Com muito amor da família, apoio médico e psicológico vamos aprendendo a controlar , a conviver, a nos defender, a evitar, mas “ele” continua mesmo que pequenino, continua em forma de sombra em nossa vida.

Como gostaria muito de ter a solução para abraçar essas “crianças” e transformá-las em crianças de verdade que pudessem ter uma família para amar, um lar para morar, uma escola para estudar, amigos para brincar e crescerem vendo um mundo cheio de vida e cores mostrando a sua frente um grandioso futuro.

Gostaria muito, mas essa solução não pode partir da vontade de um cidadão indefeso, e mesmo de um grupo despreparado. Existem muitas comunidades que hoje atuam num lindo trabalho de recuperação, mas poucos são os que conseguem se salvar.

Muitos trabalhos que começam a ser feito desde cedo nas escolas, nas comunidades tem já dado um resultado melhor ocupando os menores com atividades esportivas, educacionais, enfim procurando aliviar um pouco essa triste realidade.

*Escrito por  Irene Moreira"
Imagens retiradas do Flickr e da google


Postagem original pode ser vista AQUI
Obrigado por lerem o meu desabafo, mas quem tem a solução para este problema? Você sabe ?
 

segunda-feira, 17 de maio de 2010

" COR BRANCA TOTALMENTE BRANCA "

A Blogagem Coletiva do Café com Bolo de hoje é a cor BRANCO  e aqui estou sem saber o que postar. Acho que me deu a Síndrome do BRANCO e não me vem nenhuma idéia . . .  

Estou aqui na frente do meu computador e olho para esta telinha e continuo sem saber o que vou escrever ... vai terminar o dia e ainda estou aqui com a tela em branco... e aí eu me pergunto para que serve a cor BRANCA ?!


A cor branca é a mais pura de todas, assim que representa à pureza.
É a cor mais protetora, contribui à paz e ao conforto, alivia a sensação de desespero e de choque emocional, ajuda a limpar e clarear as emoções, os pensamentos e o espírito.
Se você precisa de tempo e espaço em sua vida porque se sente pressionado, o branco é a cor que pode dar a sensação de liberdade para esquecer-se das opressões.
Demasiado branco, quando não é necessário, pode dar a sensação de solidão e frio, porque o alvo nos separa das outras pessoas.
A cor branca está associada ao signo de Câncer.



Já fiquei mais animada pois sou canceriana e é bom saber que a cor branca está associada a este signo.

Palavras chaves da cor branca: luz, bondade, inocência, pureza, virgindade, otimismo, perfeição, isolamento, frio.


A cor branca, ou simplesmente o branco, é a junção de todas as cores do espectro de cores. É definida como "a cor da luz", em cores-luz, ou como "a ausência de cor", em cores-pigmento. É a cor que reflete todos os raios luminosos, não absorvendo nenhum e por isso aparecendo como clareza máxima.


Todas essas definições mostram a cor branca em todo o nosso  universo - na natureza soma as suas  nuances a beleza , a perfeição , ao encanto.


Por ser a cor da luz e da bondade é o símbolo da pureza , da PAZ
Como surgiu a pomba da PAZ?

Duas histórias narradas na Bíblia estão relacionadas à origem da ligação dessa ave com a paz. A primeira pode ser lida na passagem relativa ao dilúvio universal. De acordo com o livro sagrado, após a grande cheia enviada por Deus para varrer a maldade do planeta, Noé ordenou que uma pomba deixasse a arca e tentasse descobrir se as águas haviam baixado. Depois de um tempo, o pássaro voltou trazendo um ramo de oliveira no bico, num claro sinal de que havia encontrado árvores e que a arca poderia atracar em terra firme. "Em um sentido simbólico, a ave anunciou que o perigo sumira e a paz poderia reinar sobre a Terra", afirma a terapeuta holística Rosana Ortiz, coordenadora do Grupo Semeadores de Paz, de São José dos Campos, em São Paulo. O outro relato, no Novo Testamento, aparece no batismo de Jesus, quando o Espirito Santo apareceu em forma de pomba. Essas duas histórias bíblicas conferiram ao pássaro a imagem de mansidão, ternura e paz. "O branco, por sua vez, representa a iluminação e é um símbolo da pureza", diz Rosana. O símbolo ganhou força no século 20 por causa das várias guerras que afligiram a humanidade. No início dos anos 60, o pintor espanhol Pablo Picasso eternizou a pomba como símbolo da paz em uma série de gravuras que se tornaram famosas mundialmente. Outros artistas também ajudaram a popularizar o ícone, que foi utilizado em manifestos e até mesmo tratados internacionais de paz.


Vídeo do  You Tubue
Um arco-íris (também chamado arco-celeste, arco-da-aliança, arco-da-chuva ou arco-da-velha) é um fenômeno óptico e meteorológico que separa a luz do sol em seu espectro (aproximadamente) contínuo quando o sol brilha sobre gotas de chuva. Ele é um arco multicolorido com o vermelho no seu exterior e o violeta em seu interior; a ordem completa é vermelho, laranja, amarelo, verde, azul, anil (ou indigo) e violeta.
(Imagens e Pesquisas retiradas do Google)

Esperando ter clareado  as idéias e ter mostrado um pouco do que representa a cor  branca deixo vocês apreciando esse vídeo e nos encontramos na próxima Coletiva.
Beijos

sexta-feira, 14 de maio de 2010

"O SONHO DOS 15 ANOS"


Amanda estava radiante com tudo que via ao seu redor – admirava o verde do parque, as flores que desabrochavam, o céu azul e a sua vontade era sair pulando e dançando de tanta alegria – era seu aniversário – estava completando 15 anos e essa era a tão sonhada viagem que havia ganho de seus pais.
Estava já há dois dias em Nova York e tinha vindo com um grupo de amigas numa excursão. A experiência de viajar sozinha, sem a companhia dos pais, dava uma sensação de liberdade somada a responsabilidade de ter que tomar as suas próprias decisões, de cuidar de suas coisas , de não perder a hora para desfrutar dos passeios pela cidade, de procurar aproveitar cada minuto sem perder um detalhe. No início ficou preocupada em ficar enrolada com o seu inglês , mas conseguiu se sair muito melhor do que esperava.
Junto com as amigas eram incansáveis em fotografar tudo que viam de novidade. Uma das fotos que mais gostou foi a que tiraram dela em pleno Central Park de Nova York, que não escondia o seu rosto de contentamento por estar de verdade pisando e vendo tudo que antes só estava na sua imaginação.
Ainda faltava mais uma semana para curtir essa viagem e não passava um dia sem enviar notícias para seus pais. Baixava as fotos no Orkut para que eles pudessem ver como estava feliz. Escrevia o suficiente porque chegava à noite estava muito cansada e o que mais queria era uma boa noite de sono. Chegava no dia seguinte novinha em folha para conhecer novos lugares e apreciar os lindos passeios pela cidade. Que emoção foi ver a Estátua da Liberdade e sentir de perto a “Liberdade iluminando o mundo” como é denominada. Momentos que ficarão para sempre guardados em sua memória.
A jovem Amanda chegava aos 15 anos vislumbrada com um mundo que se abria diante dos seus olhos, mostrando uma beleza tão singela e pura. Havia deixado para trás as lembranças da infância e agora começava uma nova etapa da sua vida.
Sabia que daqui para frente, a cada ano teria mais obrigações para consigo mesma, mais sonhos para sonhar, mais maravilhas para viver e muitos caminhos a trilhar e conquistas a buscar.
*Irene Moreira*

Participação Projeto  OAPSS
3a. EDIÇÃO



"Não importa acrescentar anos à vida, mas sim dar vida aos anos."

segunda-feira, 10 de maio de 2010

DIA DE SALADA VERDE"

A Blogagem Coletiva do Café com Bolo desta semana é  a cor verde  e que maravilha , pois depois de uma semana de festa  cheia de "comes e bebes" , nada melhor do que perder os quilinhos ganhos entrando numa boa dieta e hoje na casa da M@myrene o cardápio é só saladas verdes.
 Observando o jardim que está todo verdinho ,  o dia  está lindo , uma brisa gostosa que abre o apetite e vamos então voltar para organizar esse jantar.







Dando início aos preparativos a primeira providência foi ir ao Supermercado  para escolher as verduras, legumes , temperos -  tudo que fosse necessário para fazer uma boa salada,   além de  ver uma farta variedade de frutas da época para servir de sobremesa e também  preparar um bom suco.

Aproveitei também para dar um pulinho na feira e completar com algumas coisinhas que ficaram faltando.

Chegando em casa fomos direto para a cozinha para deixar as compras e começar os preparativos da tão esperada SALADA VERDE.
Separamos todos os ingredientes necessários e veja que variedade de verduras, legumes e frutas.

 
As saladas estavam sendo preparadas e, enquanto isso, fui arrumar a mesa para o jantar porque já estava ficando tarde.

As saladas ficaram prontas e vejam que apetitosas e agora é só colocar na mesa.




Fiz algumas pesquisas sobre a qualidade dos alimentos e as frutas, verduras e legumes devem estar presentes todos os dias nas nossas refeições.
 A combinação de fibras, minerais e vitaminas desses alimentos auxilia na manutenção do peso adequado além de prevenir uma série de doenças.
É importante estar atento a alguns fatores na hora de escolher esses alimentos.
Deve-se haver preferência por frutas, legumes e verduras da época, pois estes estarão mais baratos e frescos como também a higienização no preparo dos alimentos é de fundamental importância.
O guia alimentar para a população brasileira recomenda um mínimo de 3 porções .

Ainda bem que havia fartura de salada porque apareceu a vizinha para nos visitar e acabou aceitando em ceiar conosco. Ela veio com o seu cãozinho, "Rusty", que não tirou o olho da mesa para ver se sobrava alguma coisa para ele - pode uma coisa dessa!?! 
E já ia esquecendo de contar que ainda servimos, de quebra, uma cervejinha bem geladinha - porque ninguém é de ferro - e um copinho não faz mal a ninguém. São servidos?

O VERDE é a cor mais harmoniosa e calmante de todas. Representa as energias da natureza, esperança, perseverança, segurança, satisfação, fertilidade. Facilita a comunicação com as plantas e os devas da natureza. Simboliza: vida nova, energia, crescimento . Facilita a traquilidade do sono .
Espero que tenham apreciado um pouquinho do que aqui ofereci a vocês e, até a próxima semana, onde espero chegar mais cedo para estar aqui com vocês nessa Coletiva "Colorindo a Vida".  Agora vou fazer a digestão indo passear um pouquinho por esse lindo jardim e pousar meus pés nessa graminha verde.
Beijos         
(Imagens e pesquisas retiradas da NET)

Instagram

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails