domingo, 26 de fevereiro de 2012

" Reecontros da Vida "



A estação do metrô em dia de domingo ficava praticamente vazia. Estava indo me encontrar com alguns amigos na Zona Sul e nada de aparecer nem que fosse um vagão. 

 Olhando mais a frente vi uma jovem bonita, elegante e com uma postura de princesa. Com os cabelos presos, usando um vestido preto, carregando em suas mãos , além de uma bolsa, o que me parecia uma chapeleira. 

O seu rosto não me era estranho e fiquei ali pensando se não seria uma modelo que tivesse pousado para alguma capa de revista ou alguém que tivesse conhecido em algum dos muitos lugares que freqüentava. O tempo foi passando e não conseguia descobrir de onde a conhecia. 

Ela continuava imóvel, na mesma posição, olhando para o vazio e com um semblante muito sério e pensativo. De repente ela virou seu rosto em minha direção e pude ver que realmente a conhecia. Era a Ivete que foi minha vizinha na época da adolescência. Nossos pais eram muito amigos e quantas vezes saímos todos juntos para almoçar fora. Apesar de termos a mesma idade e sermos vizinhos vivíamos mundos opostos. Ela tinha seu grupo de amigos e eu os meus. Um tempo depois meus pais compraram um apartamento em outro bairro e com essa mudança nunca mais tive notícias dela. 

Fiquei sabendo que ela fora estudar em Paris e como voltara tão diferente do que era. De uma jovem sardenta, usando aparelho nos dentes, sem muitos atrativos e muito franzina para a bela mulher que hoje me chamava atenção era uma mudança radical. Como deve ter sido boa a estadia dela em Paris. 

Os dias passam, as pessoas mudam e como é bom saber que é para melhor. Com o barulho do metrô chegando nossos olhares se encontraram e nos aproximando um do outro. Ela abriu um sorriso me reconhecendo e foi assim que nos reencontramos. 

Sentia uma sensação estranha, uma atração tão forte que não deixaria que nossas vidas seguissem caminhos opostos desta vez. Já imaginava que muito em breve estaríamos caminhando pela mesma estrada e quem sabe rumo a um final feliz.

Irene Moreira
ism_rs


quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

"QUARTA FEIRA DE CINZAS LITERÁRIA _ BAILE DAS MÁSCARAS "

A Saleta de Leitura para marcar o Carnaval de 2012 selecionou algumas obras que mostram a beleza de suas capas agregadas a histórias de romances, dramas. ficção, suspense trazendo personagens marcantes. Sejam eles imaginários ou reais nos levam ao mundo de sonhos e magias desfilando na passarela cheios de cores, luzes e  brilhos e seguimos no ritmo sem perder o fôlego até o final do espetáculo.
 
Capa do livro "Baile de Máscaras", segundo volume da série Blue Bloods. A série é escrita pela autora Melissa de la Cruz e é publicada aqui no Brasil pela Editora ID. O primeiro volume da série é "Vampiros de Manhattan". Saiba mais sobre a série Blue Bloods aqui.



Capa do livro " A Máscara do Desejo" da SheriWhitefeather - autora também do livro " A Flor do Desejo" . O  livro é vendido pela WOOK e publicado pela Editora Quinta Essência de Portugal. Dois amantes. Uma escolha. Duas histórias paralelas, duas paixões arrebatadoras. Os perigos do desejo e da sedução... Uma história de dois amores que têm de fazer uma escolha desesperada. Um amor infame que termina num duelo e num escândalo. Saiba mais aqui.
 

Capa do livro " O Entregador de Bonecos" de Denis Lenzi.  Publicado pela Editora Literata e faz parte da estante virtual do Clube dos Novos Autores "É um romance que fala de amor, de magia, de sonhos e sentimentos cada vez mais ausentes em nossos dias." Par saber masi sobre a obra e o autor veja aqui.


Capa do livro " Dança das garotas Mortas" da séie Os Vampiros de Morganville- vol 2. Uma história de ficção sobrenatural e terror. Os Vampiros de Morganville é uma série de livros escrita por Rachel Caine. A História se passa na cidade de Morganville, no Texas, onde os vampiros são conhecidos e dominam a população. Publicado pela Editora Underworld. Para saber todos os detalhes da série veja aqui.


Capa do livro " Necrópolis -  A Fronteira das Almas" de Douglas MCT publicado pela  parceira Editora Draco. Uma história fantástica onde "Verne Vipero não acredita em nada fora do normal. É um rapaz cético que confronta sua descrença ao descobrir que pode salvar a alma do irmão morto, que segue em direção ao Abismo. Abalado pela perda e descobrindo essa possibilidade, parte para o Mundo dos Mortos com um objetivo, quase uma obsessão: trazer Victor, o caçula, de volta à vida. Custe o que custar." Quer saber mais leia aqui



Essa é uma pequena demonstração do que existe na literatura sobre personagens com suas máscaras, seus segredos, magias e mistérios.  Muitos saem das páginas do  livro para a telinha do cinema e aí temos um desfile infindável de grandiosas, fantásticas e maravilhosas histórias.  Quase chegando na quarta feira de cinzas para mais um encerramento desta festa universal do Carnaval e certos de que começará tudo de novo no próximo ano.

Lembrou de mais um livro com uma capa de máscara?  Deixe no comentário que mostraremos em um próximo post.

E esse ano qual a escola de samba que vai ganhar? Qual a sua preferida? Qual a que mais gostou? 



Irene Moreira


cópia postagem Saleta de Leitura

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

"CARNAVAL DE PRESENTES "


E aproveitando essa euforia do carnaval venho jogar confetes e serpentina  mostrando em ritmo de samba os presentinhos recebidos. 


Como estou sempre com a Chica  Fuxicando com as letras  e de papo em todos os seus blogs não podia deixar de ficar muito feliz em ter ao meu lado um mimo de amiga tão especial.

 



     
 Obrigado Chica !!!



Durante alguns meses participei da Blogagem Coletiva Fases da Vida compartilhando momentos de minha vida numa troca de experiências e muito amor. Agradeço as meninas Rosélia, Rute e Gina por promoverem  vento tão gratificante. Agradeço a amiga Rosélia do blog Espiritual- idade pelo presente que me enviou trará ao meu "Despertar a Sintonia"


"Sou como a criação feita por Deus ao meu redor:
magnífica e repleta de seu Espírito."   pg.43

Obrigado Rosélia !!!


Esta corujinha ganhei da Vivian, minha querida parceira na Vitrine de Promoções e na Saleta de Leitura que chamo carinhosamente de Vivi. Fiquei apaixonada e agora ela é minha companheira  constante . Fica ali  juntinho de mim ao computador só de olho no que faço. 


Obrigado Vivi !!!



Essa é minha amiga Valéria que trabalha comigo já tem alguns aninhos e ela adora um carnaval. Todos os anos sai de Nega Maluca  e sempre com uma nova característica, A Bela adormecida, ou Branca de Neve e assim por diante. O sucesso é garantido que até já saiu em entrevista e na telinha da TV. 



Ela foi passar uma semana em Porto Seguro e trouxe uma lembrança de lá para mim. Como não conheço a Bahia fiquei muito feliz. 
É muito lindo!
Obrigada Val !!!  



* * * * * * * * * 



"A maior forma de demonstrar o amor, não está em presentes caros, em palavras ditas, em textos bonitos, em belas músicas ou em lindos poemas copiados, mais sim nos gestos e pequenas atitudes impensadas que na maioria das vezes, são as mais nobres formas de expressar esse sentimento singular"   Alexandre Cardoso




Beijos !!!


 

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

A HERANÇA


Triste e com o coração partido
Sofrido ritual me leva as forças 
Minha freqüência some nas terras 
Solidão me traz um vazio no peito. 

Abro as portas e janelas da casa 
Tantos anos trancadas a sete chaves 
Tudo que vejo é cheio de recordações 
Tempos passados de minha vida. 

Tantos papéis e documentos 
Que contam histórias e segredos 
Dos meus parentes queridos 
Arrepiando os meus sentidos. 

Que herança me foi deixada 
Por esta minha linda família 
Que me deixou sozinha 
Sem saber o que fazer da vida. 

Preciso encontrar o meu rumo 
Aproveitar o que me foi ensinado 
Seguindo firme o meu destino 
Sabendo amar e ser amado.


Irene Moreira
ism_rs


“O dono do mundo deixou de herança para seus filhos a vida, 
a terra e a sabedoria.”Latumia (W.J.F.)



Minha participação para a 3ª Semana do  Idéias Compartilhadas


Tema: ODE

Ode à Poesia aqui 

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

" Quero voltar a Ser Criança "



Embora utópico, ainda assim, quero voltar a ser criança para reaprender e conhecer o mundo, colorindo-o de sonhos, vivendo o presente de forma livre, onde os adultos não conseguem viver porque é preciso ter pureza, inocência e humildade no cumprimento do seu dever.

Quero voltar ao tempo melhor de nossas vidas, cujas lembranças não foram vistas e apreciadas como deveriam ser antes de chegarmos à dura fase de adulto SER.

Não preocupar com o dia seguinte, sem contas a pagar e cuja programação é apenas estudar e brincar. Acreditar e viver num mundo de fantasias, sonhar com personagens imaginários, muitos deles fazendo parte do seu itinerário.

Quero voltar à realidade de não ter medo do homem, mas do bicho-papão, que, mesmo não existindo ocupa inofensivamente, sua imaginação.

Quero voltar a levantar tarde, tirar a meleca do nariz sem importar com ninguém, falar errado, rir alto, cantar desentoado, deitar no colo dos pais depois de um dia agitado.

Quero voltar... para sempre acreditar que tudo é possível, ser feliz mesmo tendo pouco, fazer amigos sem saber os seus nomes, com efeito, por desconhecer o que é preconceito.

É bom voltar e estar sempre a correr, brincar até cansar, frágil ou forte, menino ou menina, vivendo sorridente, ao mesmo tempo sendo heróis, vilões e de suas histórias, verdadeiros campeões.

Voltar a ter muita liberdade que faz a criança querer voar, conquistando tudo a sua volta, brincar na chuva, subir nas árvores, fazer traquinagem durante todo o dia; tudo parecendo engraçadinho e a noite já bem cansado, dormir como um anjinho!

Quanta esperança na vida das crianças, doces sorrisos, olhares e abraços de ternura, e com renovada energia acordar todos os dias, e quanta beleza expressam essas criaturas!

Todo ser humano tem um pouco de criança dentro de si e até o poeta deve conservar a criança que pulsa no seu interior através de gestos e belas atitudes acreditando em seu coração que o futuro além de promessa é uma missão a realizar.

Voltar a ser criança é acreditar no que vai acontecer, pois a esperança é uma constante companheira de viagem e que está na bagagem de qualquer sonhador. “Quem não se tornar como uma criança...” são palavras do Criador.

Cabe a cada indivíduo descobrir a magia e o tesouro de cada etapa de vida, fundamentais na construção do caráter do hoje e do amanhã.

Voltar a ser criança é estar de mãos dadas com a vida, pois as suas intenções são sempre as melhores; a sinceridade está em seu coração, não possui rancor e é muito evidente o espírito de perdão.

Criança é também aquele adulto que nunca esqueceu da criança que foi um dia, com muitas perguntas na ponta da língua desejando ansiosamente todas as respostas, reconhecendo ainda que criança é o que a gente nunca deveria ter deixado de ser.

Bem falou Cora Coralina, quando escreveu que a vida tem duas faces: positiva e negativa. A positiva é a pedra de segurança, que nos ensina a viver e cuja solidez é adquirida desde criança.

Maria Loussa



Essa semana sai o post dos presentes
Beijos

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

" Momentos de uma turista em Bogotá "


Olá meus amigos aqui estou de volta e agora sem desculpas e nem motivos para ficar ausente deste meu cantinho que é um pedaço de mim. Realmente este ano eu exagerei e tirei umas férias muito prolongadas. 

Vou começar quitando a minha dívida com vocês e começo postando sobre a minha viagem a Bogotá. Confesso que ainda não consegui juntar todas as fotos que foram tiradas por familiares, mas uma grande parte está aqui. Para ver é só clicar na imagem abaixo e apreciar os lugares por onde andei. 



São tantas fotos que ainda não coloquei as legendas, mas são de passeios feitos a museus, a praça Bolívar, o MontSerrat que é um lugar com uma vista de tirar o fôlego pela beleza , pela altura ( haja pulmão) e pela Igreja no alto da montanha que recebe milhares de fiéis que vem deixar seus pedidos. Para chegar no cume fomos de Teleférico.


A catedral do Sal construída no interior de uma mina que é um santuário católico. Além das fotos adicionei alguns filmes que fiz marcando momentos especiais. Vão me ver do jeito que sou, enrolada, engraçada, curiosa, tagarela   e outras coisitas mais.
Foi uma semana muito corrida onde aproveitei todos os momentos junto com minha família. Fomos visitar e comemorar o aniversário de meu sobrinho que está morando lá desde o ano passado. Estava muito frio e choveu quase todos os dias em estive lá.


Espero ter me saído bem como turista e que possa com esta postagem mostrar mais um pouco do que é a Mamyrene real.


O próximo post vou falar dos presentes que ganhei e como sempre digo "tardo, mas não falho".


Beijinhos




Já conhecem o meu novo cantinho?  Não ? Então o que estão esperando?
Aproveitem eparticipem dos sorteios.


Instagram

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails